Tive o primeiro contacto com esta modalidade em 2015, aquando duma viagem a zona da Greater Manchester. Durante a estadia, chamou-me a atenção uma campanha realizada pela Manchester City Council ; “ Manchester; a great place to grow older” . O objetivo desta campanha seria promover, entre outras, práticas “age friendly” a interação geracional de mútuo benefício.

Entre várias iniciativas aparece então esta modalidade: O Walking Football.

Como ex-praticante desportivo e entusiasta da atividade física, acabei por entrar em contacto direto com o fenómeno, o qual nunca tinha ouvido falar. Basicamente, a modalidade é uma adaptação do jogo de futebol às circunstâncias inevitáveis do processo natural do envelhecimento do ser humano. O seu desenvolvimento é atribuído à Chesterfield FC Community Trust como parte de uma iniciativa de ocupação de tempos livres para maiores de 55 anos.

http://www.accessiblederbyshire.org/activities/walking-football/

Com regras próprias de pratica e conduta, como qualquer desporto, sendo a principal ”PROIBIDO CORRER”, cedo percebo que nesta modalidade nenhum adversário perde, seja por que equipe jogue. A modalidade serve A parte fundamental dos objetivos da pratica desportiva moderna;

– a (re) inclusão social

– a promoção da atividade física regular, robustecendo as suas componentes essenciais (física e mental)

– o combate ao abandono e á solidão

-o aumento da qualidade de vida e satisfação dos praticantes e acompanhantes

-o aumento da auto estima de todos os intervenientes

Foi perante esta realidade que fui confrontado durante uma semana em dois treinos na altura, pelos quais paguei na altura 4 libras por sessão. O retorno disto, ainda hoje é incalculável. Em Portugal, existem algumas louváveis tentativas na divulgação e promoção desta modalidade em particular, nomeadamente no Algarve, onde a comunidade britânica tem algum relevo. De resto vão aparecendo iniciativas bem-intencionadas, mas esporádicas. Tendo os clubes sinergias diferentes, acho que deveriam ter papel importante na divulgação e promoção deste tipo de modalidades junto dos seus associados, dos seus núcleos regionais, das suas associações parceiras de negócio.

Poderia fazer uma exposição exaustiva sobre o assunto, mas com a tecnologia ao dispor deixo-vos duas ou três situações em vídeo para que formulem vocês a vossa própria opinião sobre esta modalidade.

https://youtu.be/TCFf9omZNv4

https://youtu.be/5CeLWHaKcY8

https://youtu.be/K-Gnt9U-D-U

SL

Fernando Félix