Como na semana passada falei, a Liga Skoiy chegou à fase dos Playoffs e como previsto não existiu nenhum jogo mau, nenhum jogo que não proporcionasse um bom espetáculo de basquetebol.

GDESSA 68 – 71 Vitória SC

https://twitter.com/fpbasquetebol/status/1378061727758176269?s=20

Para iniciar os Playoffs da melhor maneira, grande jogo no – Pavilhão Municipal Luís de Carvalho. O GDESSA recebeu e perdeu com o Vitória, um jogo muito equilibrado desde o príncipio, muita luta, Jennifer Nonato desde cedo a ser uma das figuras do jogo, como sempre o GDESSA muito forte na zona do garrafão. Do lado do Vitória a Alexandra Mollenhauer desde cedo a assumir protagonismo, marcou os primeiros 2 pontos do Vitória e desde cedo, como sempre fez mais um bom jogo. Os 10 minutos iniciais acabaram com um ligeiro ascendente, no segundo período a equipa visitante conseguiu aumentar a vantagem, mais turnovers e erros do GDESSA que levaram a que o Vitória conseguisse essa vantagem de 12 pontos. Terceiro período muito parecido, ascendente do Vitória e a mesma vantagem de 12 pontos. No último quarto tudo bem diferente, o GDESSA reagiu muito bem, conseguiram não só empatar como até passar para a frente do resultado. Os últimos minutos foram de muita luta e o Vitória acabou por conseguir vencer. Muito equilíbrio neste jogo, Jennifer Nonato foi a figura na luta das tabelas com 9 ressaltos, Catarina Neves e Catarina Mateus novamente com muito peso no jogo. As grandes figuras foram, a Márcia Costa com 20 pontos, 5 ressaltos, 1 assistência e 3 roubos de bola. No Vitória Sara Ressurreição com 13 pontos, 2 ressaltos e 3 assistências e a Barbara Sousa com 14 pontos, 6 ressaltos, 5 assistências e 1 roubo de bola foram as mais figuras desta partida.

CAB Madeira 68 – 82 Quinta dos Lombos

https://twitter.com/fpbasquetebol/status/1378778791200317445?s=20

Voamos até ao Funchal, para falar da Vitória da Quinta dos Lombos no Pavilhão Henrique Miranda. Um jogo em que a equipa madeirense até entrou melhor, chegaram a ter uma vantagem de 4 pontos, com Jelena, Nike, Paige em grande, entraram como quase sempre em grande, mesmo depois do empate dos Lombos, a equipa madeirense esteve melhor neste primeiro período. No segundo período, esta vantagem do CAB foi se reduzindo, melhoria dos Lombos, mas as Madeirenses foram a vencer para os balneários por 3 pontos. No terceiro período, os Lombos estiveram abaixo, o CAB conseguiu “fugir” no resultado devido a um parcial de 20-9. As madeirenses foram mais fortes, destacar a Inês Vieira nos Lombos que mais uma vez “mexeu” muito com o jogo. Do lado do CAB, Maria Gonçalves mais uma vez foi muito importante. No último quarto, um jogo bem diferente, as lisboetas foram melhores, voltamos a ver um Lombos ao seu nível, muito fortes dos dois lados do campo, a ganhar nos duelos das tabelas, a roubar bolas e mais fortes que as madeirenses. O Lombos conseguiu empatar e levar o jogo para prolongamento, onde continuaram mais fortes e por isso venceram este primeiro duelo nos playoffs. A grande figura deste jogo, voltou a ser a Raphaella Monteiro, mais uma vez assumiu o papel de estrela e liderou os Lombos nesta entrada em grande nos Playoffs. Foram 31 pontos, 9 ressaltos, 6 assistências e 2 roubos de bola para a Raphaella, depois destacar a Ndioma Kane e a Célia Sumbane no lado lisboeta. No lado das madeirenses, o trio de sempre. Jelena Nikpaljevic, Paige Cannon e Nike Mcclure que conseguiram 46 dos 68 pontos do CAB. Carolina Bernardeco como sempre foi uma figura, foram “apenas” 10 pontos, mas é sempre a jogadora que muda o jogo, sempre uma das jogadoras que melhor lê o jogo e que melhor trata a bola. Segundo jogo e mais um jogo com alta intensidade e muito bom basquetebol.

Guifões SC 68 – 74 União Sportiva

https://twitter.com/fpbasquetebol/status/1378811544771903493?s=20

O União Sportiva entrou da melhor forma, não quiseram deixar os créditos por mãos alheias e venceram o primeiro jogo dos playoffs, controlando o jogo, mas o Guifões nunca deixou de mostrar qualidade e ainda conseguiram reduzir, mas sem nunca colocar em causa a vitória do Sportiva. A entrada do Sportiva foi muito forte, conseguiram logo uma vantagem de 5 pontos, estiveram sempre na frente do resultado e depois foram gerindo e controlando muito bem, sem nunca ter a vitória posta em causa . Mais fortes as açorianas, do lado do Guifões, Filipa Barros ia tentando, mas a luta foi sempre desequilibrada. A equipa da casa tentou aproveitar a rotação das açorianas, mas o Sportiva conseguiu sempre estar popr cima e controlar. Ficou evidente a força e a qualidade desta, prova disso o controlo que conseguiram ter neste jogo.  Filipa Barros, apesar da derrota foi a maior figura deste jogo, a base do Guifões brilhou com 21 pontos, 4 ressaltos, 1 assistência e 1 roubo de bola. No lado do Sportiva, mais rotação, deu para ver mais de Inês Ramos e Inês Bettencourt, sem dúvida dois dos maiores destaques neste jogo. Depois destaco o bom jogo da Emília Ferreira com 15 pontos, 5 ressaltos e 1 roubo de bola.

AD Vagos 50 – 72 SL Benfica

https://twitter.com/fpbasquetebol/status/1378473311940775940?s=20

Por fim, destacar a vitória do SL Benfica, a primeira vez que as encarnadas conseguiram vencerem o Vagos. Como tinha falado no lançamento destes playoffs, era uma das principais curiosidades perceber o que iria mudar neste duelo, perceber se era um duelo igual aos anteriores e a verdade é que foi mesmo diferente. A ausência da Maria Blazejewski fez-se sentir no Vagos, o Benfica foi mais forte defensivamente, ganharam na luta das tabelas e confirmaram o excelente momento de forma. O jogo interior das encarnadas fez a diferença, Altia e a Japonica foram novamente, fundamentais e a prova disso os 40 pontos desta dupla. Num jogo em que o Benfica foi mais forte, onde conseguiram tal como o Sportiva fazer o seu jogo, rodar a equipa e controlar, o grande destaque na primeira parte é a Laura Ferreira, depois destacar ainda a Joana Soeiro, foram “apenas” 6 pontos, mas foi das melhores neste jogo com 9 assistências e muita classe espalhada ao longo dos 34:38 minutos que jogou. Do lado do Vagos, Susana Carvalheira esteve bem, embora com um jogo mais complicado, mas a grande figura da equipa de Aveiro foi a Joana Canastra com 11 pontos, 7 ressaltos e 1 assistência, mais um bom jogo da Torrejana.

Hoje dia 10 de Abril

Vitória SC x GDESSA às 15 Horas

União Sportiva x Guifões às 15 Horas

SL Benfica x AD Vagos às 16 Horas

Quinta dos Lombos x CAB Madeira às 16h45m

 

Domingo dia 11 de Abril 

Vitória SC x GDESSA às 15 horas

SL Benfica x AD Vagos às 16 Horas

União Sportiva x Guifões às 16 Horas

Quinta dos Lombos x CAB Madeira às 16h30m

 

SL Benfica e União Sportiva são duas equipas em maior vantagem, percebe-se que ambas estão mais confortáveis nestes duelos. Depois o GDESSA de Miguel Minhava, vai querer mostrar ainda mais do que no último jogo, vão ser dois duelos ainda mais intensos. Os Lombos conseguiram mostrar uma superioridade, mas a verdade é que o CAB já mostrou que é capaz de dar a volta nas mais adversas situações. Tudo ingredientes para não se perder nenhum destes jogos.

Por todos os motivos, neste fim de semana vamos ter dois dias com muitos jogos, dois dias de muito basquetebol e como esperado vamos ter ainda mais para falar na próxima semana, isto porque vão ser dois dias em que o basquetebol feminino vai ser promovido com jogos de alto nível. Por tudo isto, não percam os grandes jogos que vamos ter neste fim de semana.